Sobre a psicoterapia

Ludwig Binswanger

 

Possibilidade e realidade da ação psicoterapêutica 

Um dia, durante uma conferência, perguntamos à platéia o seguinte: “O que vocês esperam, primordialmente, de uma conferência sobre a psicoterapia?” e os jovens suíços, estudantes de medicina, de nosso auditório responderam sem hesitação alguma: “Explique-nos como a psicoterapia pode agir?”. Podemos admitir igualmente que alguns dentre vocês, leitores, colocaram-se esta questão e esperam uma resposta. Para o jovem estudante de medicina, uma significação completamente nova aparece quando ele ouve falar de um exercício médico para o qual não deve utilizar nem mão, nem instrumento ou medicamento, nem luz, água ou ar, assim como também não deve lançar mão de eletricidade, calor ou frio, mas apenas do discurso humano, das palavras e de todos os outros meios pelos quais o homem pode entrar em contato com o homem e agir sobre ele.

 Leia o artigo na íntegra

 

 

Ludwig Binswanger

(1881 - 1966) Psiquiatra suiço, diretor do Sanatório de Bellevue. Um dos precursores no sentido de pensar a Psiquiatria e a Psicologia a partir do trabalho de Martin Heidegger.

Esse espaço é dedicado à divulgação de textos relevantes no âmbito da Psicologia fenomenológica e hermenêutica.

  • André Duarte
  •  
     
     
  • Arthur Tatossian
  •  
     
     
     
  • Cristine Monteiro Mattar
  •  
     
  • Eugène Minkowski
  •  
     
     
  • Edmund Husserl
  •  
     
  • Françoise Dastur
  •  
     
  • Gaston Bachelard
  •  
     
  • Irene Borges-Duarte
  •  
     
     
  • Ludwig Binswanger
  •  
     
     
     
     
     
  • Marco Antonio Casanova
  •  
     
     
     
     
  • Martin Heidegger
  •  
     
     
     
  • Medard Boss
  •  
     
  • Nelson Coelho Junior
  •  
     
  • Roberto Novaes de Sá
  •  
     
     
  • Róbson Ramos dos Reis
  •  
     
     
  • Wilhelm Dilthey
  •  
     
  • Zeljko Loparic
  •