O MAL-ESTAR NA COTIDIANIDADE: OPRESSÃO E DESASSOSSEGO

Dia 11 de julho de 2020, das 14h às 21h

(Para assistir a gravação do evento, clique aqui)

 
No dia 11 de julho teremos, de forma online e gratuita, o Evento Pré-Congresso, que antecede o III Congresso Internacional de Psicologia Fenomenológica e Hermenêutica: Afeto e Cuidado (que ocorrerá em agosto).
Neste dia, reuniremos um grupo de pesquisadores renomados da área da psicologia fenomenológica e hermenêutica para discutir um tema que dialoga essencialmente com o tema de nosso congresso: O mal-estar na cotidianidade - opressão e desassossego. Completamente online e aberto a todos os interessados, o evento procurará discutir as muitas formas de violência que se fazem presentes na normalidade cotidiana e os consequentes impactos dessas violências para o sofrimento humano em suas múltiplas facetas. Com uma especial atenção para a situação de crise provocada pelo estado de exceção no Brasil da pandemia, o evento discutirá também formas de opressão e desassossego que se encontravam veladas em nosso campo social e que vieram à tona sem travas nas mil formas do desvario brasileiro. Ele acontece, assim, em meio a uma sensação de 'caída do pano' e às oportunidades para a compreensão que sempre emergem de tais desencobrimentos.


PROGRAMAÇÃO
 
14h às 15h30
• André Sendra de Assis (Instituto Dasein)
Estabilidade fraturada: o inevitável habitar a impermanência

• Joelson Tavares (UFRJ)
Manifestações do sofrimento psíquico no contemporâneo: depressão, ansiedade e compulsividades
 

15h45 às 17h15
• Beto Machado (Instituto Dasein)
Para uma fenomenologia do acolhimento: negatividade e vínculo

• Marcelo Sodelli (PUCSP)
Tonalidades afetivas, corporeidade e clínica fenomenológica
 

17h30 às 19h
• Marco Casanova (UERJ/Instituto Dasein)
Tédio e opressão: os dilemas da identidade na era do vazio

• Cristine Mattar (UFF)
Depressão, tédio e técnica


19h30 às 21h
• Ana Bock (PUCSP)
Significados da escola em uma sociedade desigual

• Alexandre Cabral (UERJ/Instituto Dasein)
Luto e revolta: sobre o direito a ter nome